ÉTER- NA- MENTE


03/12/2011


PAIXÃO DA MENTE: APAIXONADAMENTE

 

Quanto mais te tenho,

Mais te quero.

Imagine se te tivesse sempre?

Mesmo quando tu, meu amor, ausente,

Ainda assim excitas meus desejos,

Necessidades e anseios

Ocultos, mantidos em forma latente.

Paixão que me arremata pra tua fronte,

Pra teu ser, pra tua frente;

Vontade insensata de te ver,

De te ter, de te abraçar,

De ficar, em fim,

De sentir teu cheiro,

Da tua boca à flor de teu ventre;

De curtir o calor de teus seios

Sobre meu peito cansado, porém contente,

Apesar da angústia pelo pouco tempo que tivemos

Tempo que nos afastará fatalmente.

Ó Tristeza que me invade aos poucos

Meus pensamentos,

Meus nervos e minha mente.

Amada,

Gata dos meus sonhos,

Pelo menos neles

Tua presença é constante,

Invariavelmente...

Numa imagem,

Ou numa miragem,

Uma certa linda Gata Selvagem

Reanima minha vida demente.

 

Escrito por Makalé Gomes às 23h07
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Perfil



Meu perfil
BRASIL, Nordeste, TERESINA, MARCOS AURÉLIO G. DA SILVA, Homem, de 46 a 55 anos, Portuguese, Livros, Arte e cultura
Outro -

Histórico